Daniela Dytz - Fotografia de famílias

"Nunca é tarde demais para
ser aquilo que você
deveria ter sido"

George Elliot


Este é meu blog pessoal, onde publico meu trabalho,
conto um pouquinho sobre cada sessão fotográfica e outras coisinhas a mais ;)

Para me conhecer, acesse a guia "Quem sou eu".
Para me encontrar, clique em "Contatos".
Ou dê uma passadinha lá no site oficial, acessando a guia "Site".



sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Melhores momentos da gravidez. Os primeiros a saber...

Quando engravidei estávamos planejando esperar mais um tempo antes de encomendar um bebezinho. Digamos que foi um descuido meio proposital nosso, já que os dois falavam muito sobre ter filhos mas sempre havia um argumento lógico que era contrário... estamos longe das famílias, estamos nos adaptando à Brasília, estamos trabalhando muito etc, etc, etc. Então, diante de tanta enrolação, o Bebê Dytz  resolveu que era hora de vir ao mundo.

Aliás, como desde o começo decidimos não saber o sexo do baby antes do nascimento, foi assim que ele ficou conhecido: Bebê Dytz. Nossa decisão gerou surpresa na galera, durante os nove meses fomos chamados de loucos hehe. Mas valeu a pena, foi bom demais descobrir só na hora do parto se seríamos pais de um meninão ou de uma garotinha.

Quando engravidei sonhei algumas vezes com um menino, então estava certa que esperava um guri. Já o Pita apostava todas as fichas em uma menina J Os amigos fizeram apostas e não faltaram palpites... mas isso é assunto para mais adiante.

Combinamos de só contar para o pessoal depois do exame de sangue. Olha, não sei como as pessoas aguentam esperar o primeiro trimestre pra berrar aos quatro cantos que vão ganhar um bebê! Eu não conseguia me conter!!! Deve ser bem difícil!

 Na segunda-feira fiz o exame de sangue e fui trabalhar. Na hora do almoço peguei o resultado mas não abri. Queria fazer isso ao lado do meu marido. Ele chegou em casa ansioso, já perguntando: 'e aí???'. Abrimos o envelope: POSITIVO. AAAAHHHHHHHH que alegria!!!

A primeira pessoa a saber da chegada do baby foi a Marla, que trabalha aqui em casa conosco e hoje ajuda muuuuito a cuidar do Theo. Fui trabalhar e contei para as colegas de gabinete. Gente, vocês não estão entendendo; eu tava feliz demais, não conseguia segurar. Maaas para a família combinamos de contar pessoalmente.

No feriado do dia 12 de outubro fomos almoçar com o Nilo, a Lu e os meninos. Foram os primeiros tios a saber da novidade. Foi legal demais.

No decorrer da semana eu comprei as passagens aéreas (fortuuuuna tão em cima da hora) e avisamos todo o povo do sul que iríamos pro finde. Minha irmã do coração, a Elize, me disse por telefone que não poderia ir ao nosso encontro, então, pra ela, em primeira mão, contei que estava grávida. Felicidade para todos os lados.

A semana, que foi curta por causa do feriado, custou a passar para mim. Com tantas coisas acontecendo, o que eu mais queria era espalhar a notícia para todos aqueles que amamos. E foi o que fizemos no finde... próximo post eu conto como foi a reação do povo!

4 comentários:

Anônimo disse...

DAni amada.
Vc e o Pita sao pessoas e irmaos especiais.
Adoramos saber que o Bebe Dytz ia chegar e o melhor ainda eh que foi em primeira mao.. Ele eh um dos nossos assuntos prediletos, alias.
Saudades sem fim.
Bjus.
LU

Dani Dytz disse...

Ai, Lu, nem me fala, saudades de vocês, de doer :)
Beijinhos pra todos

Elize disse...

Ô, minha Magrela, assim tu me emociona demais. Aliás, pelo que tenho lido nos posts, não sou a única. Este é um blog regado a lágrimas de alegria! Muitos beijos e saudades nem se fala. :)

Dani Dytz disse...

Li, minha amiga querida, esse blog tem sido terapia pra mim... É bom demais poder dividir todas as novas sensações que a maternidade tem despertado em mim. E minhas lágrimas se misturam com a de muita gente que lê, se emociona e vive um pouquinho dessa alegria!