Daniela Dytz - Fotografia de famílias

"Nunca é tarde demais para
ser aquilo que você
deveria ter sido"

George Elliot


Este é meu blog pessoal, onde publico meu trabalho,
conto um pouquinho sobre cada sessão fotográfica e outras coisinhas a mais ;)

Para me conhecer, acesse a guia "Quem sou eu".
Para me encontrar, clique em "Contatos".
Ou dê uma passadinha lá no site oficial, acessando a guia "Site".



sábado, 3 de dezembro de 2011

Quem sou eu?

Depois de um início tão legal como blogueira, com mais de 2.700 pageviews em menos de dois meses (\o/), achei que precisava complementar o "Quem sou eu".
Trabalhar com fotografia é, para mim, a realização de um sonho, acalentado durante muitos anos, escondido embaixo da pilha de processos com os quais lido diariamente. Apesar dos inúmeros cursos (inclusive profissionalizante), foi o nascimento do Theodoro que me trouxe a inspiração e a coragem necessárias para investir em uma das coisas que mais gosto de fazer: fotografar.
Quando meu filho chegou ao mundo, meus conceitos mudaram completamente. Adquiri, sim, uma nova visão sobre a vida, sobre o que importa de verdade.
As tantas coisas lindas que ele vem me ensinando, tem ajudado a aperfeiçoar meu trabalho. Afinal, quem melhor que uma mãe para saber o valor daquele olhar, daquele sorriso, daquele bocejo, até mesmo daquela birra que os pequenos uma hora ou outra acabam fazendo...


Conhecedora da importância desses preciosos acontecimentos, ofereço, através das minhas fotos, uma forma de guardar, não só na lembrança, tais momentos únicos.
Fotografo procurando a perfeição do imperfeito,
 brincando com a luz,
 jogando com o tempo.
Contemplando a vida com outros olhos,
 fazendo valer o dom que Deus me deu.
Em busca do mais singelo sorriso.
Em busca da foto perfeita,
aquela que retrata o espírito do ser, em toda a sua grandeza.
Quem sou eu?
Sou Daniela Dytz, fotografo famílias com muito amor, e, através das minhas lentes, faço minha parte eternizando a leveza da vida. 

ESSA É A MINHA FAMÍLIA, VAMOS FOTOGRAFAR A SUA?

PS: tripé é essencial na vida de uma fotógrafa, sob pena de NUNCA aparecer nas fotos hehe.

2 comentários:

Anônimo disse...

Lindo, amiga. Parabéns pela coragem e por ser quem tu és! Mil beijos. Elize

Cris Autran disse...

Parabéns, Dani!
Adoro seus textos e suas fotos!
Sua família uber linducha! =]