Daniela Dytz - Fotografia de famílias

"Nunca é tarde demais para
ser aquilo que você
deveria ter sido"

George Elliot


Este é meu blog pessoal, onde publico meu trabalho,
conto um pouquinho sobre cada sessão fotográfica e outras coisinhas a mais ;)

Para me conhecer, acesse a guia "Quem sou eu".
Para me encontrar, clique em "Contatos".
Ou dê uma passadinha lá no site oficial, acessando a guia "Site".



domingo, 13 de maio de 2012

Carta à minha mãe

Mãe linda

Hoje é teu dia. Não porque alguém resolveu escolher o segundo domingo de maio para te homenagear, não porque nossa sociedade consumista grita a plenos pulmões: "hoje é dia das mães, comprem, comprem, comprem!", mas sim porque, na verdade, todos os dias são 'teu dia'.

Sei que tua vida não foi fácil. Sei que passaste por muitos perrengues, desde muito nova. E por isso mesmo, por todas as dificuldades que a vida te impôs, te admiro. Sempre te admirei, te achei guerreira, forte, corajosa. Nos momentos mais difíceis, quando ninguém mais suportaria, lá estava você, com olhos cheios de lágrimas, um braço forte, um ombro amigo, um colo acolhedor.

Mãe, tu és meu exemplo. Sempre foi. Sempre será. Desde que o Theodoro nasceu, já me peguei diversas vezes pensando: "meu Deus, como minha mãe deu conta disso?". E meu segundo pensamento: "meu Deus, obrigada por minha mãe ter dado conta disso!".

Hoje não posso estar aí, junto de ti, te abraçando e agradecendo. Então uso essas modernidades da vida atual e, através do meu espaço virtual, te homenageio. E te agradeço. Muito. Por ter me aceitado quando engravidou. Por ter se cuidado durante a gravidez. Por ter permitido que eu nascesse no meu tempo, apesar de isso ter te causado horas e horas de dores de parto. Por ter cuidado de mim e me amado, mesmo que tu não tenha te deixado dormir por tantos meses (e eu hoje sei o sacrifício que isso exige). Por ter zelado por mim na minha infância. Por ter dito NÃO, quando eu precisava e SIM, sempre que possível. Por ter compreendido minha revolta juvenil e apoiado meus sonhos. Por ter segurado minha barra naquele ano horrível que eu tive. Por ter sustentado nossa família, quando tudo parecia desmoronar. Por ser um exemplo, não só para mim e para o Thi e Rafa, mas para tantas e tantas pessoas que te conhecem e admiram. Por ser esposa do meu pai, minha mãe, avó do meu filho.

Peço a Deus que me conceda uma fagulha de tua força e sabedoria...

Obrigada, MÃE CIDA, por ser minha mãe! Obrigada por tudo!

Te amo, muito e te admiro cada dia mais.



Foto: Nattan Carvalho
Foto: Nattan Carvalho



3 comentários:

Anônimo disse...

Que lindo Dani parabéns a vc tb pelo nosso dia! Beijos!!!

Anônimo disse...

Querida
Obrigada por estas palavras lindas, por ser minha filha e ter propiciado juntamente com seus irmãos, tantas alegrias em minha vida.
Com certeza, você traz em si a força e sabedoria para amar em plenitude seu esposo, filhos e os outros que virão, e nos momentos em que a vida exigir de ti, isso se manifestará, proporcionando o amparo necessário para o enfrentamento.
Te amo muito. Com carinho, mãe Cida

Carol Moro disse...

Parabéns Dani, primeiramente pelo blog (q eu tenho lido) e pelo dia das mães (te vendo com o Theo dá pra imaginar a delícia de ser mãe) e depois pela linda e, tenho certeza, merecidíssima homenagem à Cida. Tive o grande prazer de conhecer essa pessoa fantástica que é tua mãe e de desfrutar um pouco do "colo" dela!! Aproveito para deixar aqui um recadinho p ela também: parabéns Cida pelo dia das mães e obrigada por ter sido minha (e de muitos) mãezona na Ceman!! Saudade enorme de ti!! Beijos